Tamanho da letra A + A -

Quem Somos

Somos uma Organização da Sociedade Civil que atua em prol da autonomia e independência de adultos com deficiência intelectual, com foco em moradias independentes. Nosso modelo e referência é a Ability Housing, organização britânica com 30 anos de existência e com a qual temos um acordo de cooperação técnica. Saiba mais clicando aqui e aqui.


Iniciamos nossa jornada há 7 anos, mas ainda hoje a transição para a vida adulta da geração de jovens que se beneficiaram da educação inclusiva é um tema pouco discutido na sociedade civil e excluído das agendas de políticas públicas. O Instituto JNG nasceu dessa preocupação:  qual  perspectiva da geração de jovens com

deficiência que se beneficiaram da educação inclusiva quando se tornam adultos?


Desde então, atuamos para sensibilizar a sociedade, o poder público, o mercado, as famílias e organizações sobre a construção de autonomia e possibilidades de escolha da pessoa com deficiência, seus direitos e desejos.


Ter sua própria casa é um dos pilares da vida adulta, uma etapa essencial de emancipação, de empoderamento, autoestima e autoconfiança. Na sua privacidade vai se estruturando, aos poucos, autonomia e independência. E precisamos dar essa oportunidade aos jovens e adultos com deficiência.


É preciso deixar que façam escolhas e respeitar suas decisões, deixá-los falar e responder. É preciso acreditar que são capazes, permitir que aprendam, dar-lhes a opção de "ter sua própria vida".


Adultos com deficiência podem morar sozinhos, ou com quem desejarem, desde que tenham o suporte individualizado para facilitar o processo de aprendizagem de tarefas rotineiras. Esse apoio é dado por uma equipe de profissionais especializados, levando em consideração as habilidades de cada pessoa. Com a moradia adequada, é possível à pessoa com deficiência desenvolver sua autonomia e independência ao longo da vida inteira. Saiba mais clicando aqui.


Nossa história: J, N e G são as iniciais de João, Nicolas e Gabriella, três jovens colegas de escola no Rio de Janeiro na condição do espectro do autismo (T.E.A.). Ana, Flavia e Mônica, suas mães, compartilhavam preocupações e angústias em projeção ao momento de encerramento da fase escolar.

Decidiram fundar o Instituto JNG para promover o debate sobre a vida adulta das pessoas com deficiência intelectual, focando em um tema pouco abordado, por conta da sua complexidade: o direito à moradia. O Instituto JNG defende a ideia de que a pessoa com deficiência intelectual precisa ter a perspectiva de sair da casa dos pais, assim como um trabalho/ocupação e uma vida social própria, para que faça a transição para a vida adulta de forma digna, com autonomia e o mais independente possível. 

A sua doação vai além do valor financeiro,
ela apoia a conquista de autonomia de pessoas com deficiências.

Clique aqui para doar Veja os produtos da campanha