Tamanho da letra A + A -

Reflexões sobre o isolamento social

Nossa vida mudou com a ameaça do coronavírus e a necessidade temporária (mas aparentemente longa) de isolamento social. Alguns estão “aproveitando” porque a vida era tão corrida que mal havia tempo para sentir como é bom parar um pouco. Outro grupo de pessoas logo se desesperou quando suas atividades foram interrompidas, não tinham ideia de como seria sua vida sem o trabalho fora de casa, sem ver pessoas andando nas ruas, sem sair para encontrar os amigos. Então todos, cada um do seu jeito, descobriram com a necessidade de ficar em casa com um monte de sentimentos novos. Uns sentiram  paz, outros angústia por falta do que fazer, por falta de rede de apoio, por questões financeiras,  medo do vírus, seja como for, sozinho ou em família, todos experimentam a necessidade de viver de forma diferente. Hoje iniciamos uma série de reflexões e te convidamos a dialogar, comentar, falar de suas descobertas, chateações e das coisas boas também. Nada é só legal ou só ruim, não é mesmo?

#ficaadica: O momento que estamos vivendo não foi previsto, mas apareceu na vida do mundo como uma emergência. E agora? Como estamos preparados para isso? Agora é o momento concreto para refletir sobre isso. Como usá-lo para criar ações em que todas as pessoas tenham uma função? Como o seu filho com deficiência é envolvido em uma situação de emergência? Não precisa sair correndo, mas agora é a hora… seu filho faz parte da dinâmica familiar, vamos conversar sobre isso?

A sua doação vai além do valor financeiro,
ela apoia a conquista de autonomia de pessoas com deficiências.

Clique aqui para doar Veja os produtos da campanha